Um Cafézinho?

Um livro aberto com uma estoria viva acontecendo sobre ele.

Olá, seja bem vindo ao blog café com estórias.

Este espaço é dedicado à literatura da forma que a vivemos no dia a dia. Um espaço informal, como se estivéssemos na sala de sua casa contando causos enquanto tomamos uma xícara de café.

De alguma forma a literatura já ocupa um espaço na vida de todos nós, pequeno ou grande,  e basta abrir um pouco mais esta fresta, alimentá-la com luz que ela crescerá.

E é nisto que queremos ajudar. Por isto aqui você encontra dicas práticas para incluir ou aprimorar a leitura na sua vida e na vida de suas crianças, sejam filhos, alunos, vizinhos, amigos… e contar estórias é uma ótima forma de fazer isto

Além de estórias disponíveis tanto para adultos como para crianças, você também encontra aqui dicas de como usá-las. Essas estórias, são de minha autoria, e as uso na vida, criando, lendo para minha filha, meus amigos mirins e agora disponibilizando para que você também possa usá-las.

Adoro criar e contar estórias e aqui é um espaço para interagirmos ao redor delas.

Então seja bem vindo…

Entre, sirva-se e boa leitura.  ♥♥♥

 

3 thoughts on “Um Cafézinho?

  1. Boa tarde! Vi seu livro como se tornar leitor (e baixei, na amazon), achei as ideias ótimas, o conto bônus do incêndio também. Pena que haja tantos erros (de pontuação, regência, concordância etc.), uma boa revisão iria bem! A final, isso não é didático – principalmente para o leitor em formação, que parece ser o alvo do e-book -, pelo contrário, desacredita o conteúdo. De todo modo, parabéns pela iniciativa. Blog belíssimo. Boa sorte e sucesso!

    1. Boa tarde Paulo. Muito obrigada pela sua opinião, foi muito generoso de sua parte. Fico muito feliz que você goste do conteúdo do blog e do e-book. Estas regrinhas… são meu ponto fraco. Mas é um problema já quase solucionado, fiz uma parceria para este tipo de correção, inclusive o e-book que você baixou (obrigada) já está sendo corrigido. Sua opinião é sempre muito bem vinda.

  2. O conteúdo emocional no seu trabalho fala mais alto, e normalmente quem escreve assim não é que não saiba regras formais de gramática e etc e tal, é que simplesmente não tá muito aí com elas, preocupa-se fundamentalmente com a mensagem. E isso não está errado, o contrário é muito píor (textos perfeitos na forma e sem conteúdo). Aliás, Jesus já execrava os fariseus como “túmulos caiados”, ou seja, bonitos por fora e podres por dentro! A qualidade das ideias prevalece e nesse ponto teu trabalho é impecável, gostei muito. Já virei teu fá!

Eu adoraria saber sua opinião.