O Sorriso de Alice

O seu sorriso é capaz de contagiar toda uma cidade? O Sorriso de Alice foi.

o-sorriso-de-alice-1

Alice vive sua vida em Sorrisópolis, uma cidade pequena, onde todos se conhecem.

Lá não é necessário jornal, porque a notícia é passada de boca em boca na hora da compra do pão e em minutos todos estão totalmente inteirados dos acontecimentos da cidade.

E foi desta forma que numa manhã, todos ficaram sabendo do monstro que invadiu a cidade para roubar o sorriso das pessoas.

o-sorriso

E sua primeira vítima foi logo o Malaquias, o sorriso mais amarelo e conhecido da cidade.

Não havia quem na redondeza não conhecesse o Malaquias, ficara banguela muito cedo, e junto com os dentes perdeu também o hábito de sorrir. Mas um dia um político generoso resolveu fazer uma grande ação, e apareceu com um saco de dentaduras distribuindo para todos. Passava de casa em casa e os desdentados enfiavam a mão no saco e pegava uma colocava na boca e se servisse ficava, e iniciava a escolha dos dentes de baixo, caso contrário a jogava no saco e pegava outra e assim por diante, depois que todos ali conseguissem uma dupla de peça no seu número, ou o mais aproximado possível, o saco seguia para outra casa.

Os dentes de Malaquias já estavam gastos e amarelados pelo cigarro, mas desde que os recebeu estava sempre com um sorriso de orelha a orelha, e fazia questão de bendizer o político para todo mundo.”

E assim segue a estória. Muitos ficarão sem seu bem precioso.

O Sorriso de Alice te fará questionar alguns motivos pelos quais você sorri.

Leia de graça:

O que você achou desta estória. Não deixe de dar sua opinião.

Related posts:

Meu nome é Meirilene Reis. Sou leitora desde os dez anos de idade, quando descobri em ” a marca de uma lágrima” livro de Pedro bandeira, de meu mundo acinzentado uma janela para um mundo colorido, vibrante e cheio de possibilidades. E escritora desde que descobri nas estórias uma forma de expressão, de comunicar o que não conseguia fazer de outra forma. E esta experiência estreita com os livros tem me mostrado que não há limites, para a imaginação nem do leitor nem do escritor, e isto me fascina. A literatura é pra mim um ponto, um eixo, onde em algum momento os mundos das pessoas se encontram, porque ali, tanto na leitura, quanto na escrita, nos despimos de preconceitos, e nos permitimos vivenciar a vida do personagem, que de alguma forma se encontra com a nossa.

Eu adoraria saber sua opinião.