Engenharia Reversa

engenharia-reversa

Pegue a pipoca, apague as luzes e prepare o coração, vai começar Engenharia Reversa.

A resenha desta semana é com um escritor iniciante, ainda não publicado, mas sucesso total no Wattpad.

E o livro é Engenharia reversa.

Conheça a obra clicando aqui.

Um pouco de estória.

Ficção científica com adrenalina total.

A trama se passa numa realidade bem diferente da que vivemos hoje. Bell Yagami é uma executiva da Vieira & Nakashima Robotics (VNR), e alvo de uma corporação a princípio criminosa, mas que você vai compreender melhor o contexto no desenrolar do livro.

engenharia-reveras

Davi, o vampiro, biohacker de maestro, o comandante de toda esta operação tem a incumbência de criar um vírus bioneural( bioprograma) com os dados colhidos da memória de Bell, neste um ano de namoro.

Aquele seria o último encontro com Bel, finalizando assim aquela etapa do processo. E ela deveria ser pra ele apenas uma peça de seu trabalho.

Mas apesar de Davi ser quase uma máquina, talvez os “inibidores de emoções” tivessem falhado. A verdade é que ele tinha se envolvido mais que devia com aquela moça.

engenharia-rev

Todas as informações da VNR que chegam a Bell são guardadas num bioship implantado nela. Adentrar em sua cabeça para conseguir estas informações é infinitamente mais fácil que burlar a segurança da VNR e conseguir uma cópia destes tão sigilosos dados.

O plano era o seguinte: Ter acesso às informações, apagar a memória de Bell para ela não se lembrar de nada, e Davi também perderia esta memória. Depois… nenhuma intimidade, nenhuma lembrança, seriam dois estranhos. E Davi estaria pronto para o próximo trabalho.

Isto é a informação que Davi conhece, é também o que o leitor vai pensar.

Uma dica:

Fique atento, você pode ser mais um na lista dos surpreendidos.

E alguma coisa sai errado.

Davi não consegue as informações, se torna presa fácil pra VNR, que aliás usou Bel pra chegar nele.

Davi e Bell estão ali desmaiados.

“O homem pula rapidamente do flymob para dentro do apartamento. Por precaução, saca uma pistola, então analisa com seu implante ocular o corpo de Davi, depois o de Bell. Se aproxima do biohacker, verifica seus sinais vitais; pensa um pouco. Guarda a pistola em um coldre dentro do terno.”

Maestro, o chefe de Davi tem que agir rápido. Ele resgata o rapaz, mas como não consegue desligar o rastreador de Bell decide ir embora e deixar a moça ali, pra ser apanhada pela VNR.

O drama se intensifica, entram na estória outros personagens intrigantes que o leitor vai entendendo e conhecendo aos poucos, inclusive vai descobrir verdades bombásticas sobre Bell que deixarão Davi desnorteado.

Conhecendo melhor o autor.

img_20160917_102717667

André Luis Barreto sempre foi fã de ficção científica, terror e fantasia, principalmente das obras dos anos 80. Graças a essas influências, sempre escreveu textos que chamavam a atenção dos professores, mas nunca cogitou escrever algo mais sério e mergulhar nessa carreira.

O tempo passou, mas o amor pelo fantástico nunca acabou, então, após ler ‘Neuromancer‘, de Willian Gibson, decidiu que queria ser escritor.

Começou a escrever Engenharia Reversa como um conto, publicado na plataforma online Wattpad, inicialmente sem muita pressa. Porém, devido a ótima aceitação que a história conquistou, a ideia se aprofundou e o conto virou um livro.

Minha opinião sobre a estória.

Engenharia Reversa é capaz de te transportar para um mundo de pessoas máquinas, quase robôs e ainda assim apresentar personagens que te envolvem e despertam sentimentos.

Tenho que confessar que o livro me conquistou, a estória é de uma leitura gostosa e com um enredo muito bem desenvolvido e tudo com um nível impressionante para ser uma primeira obra de André.

 No desenrolar da trama é possível perceber traços de um escritor iniciante ainda descobrindo seu estilo e aperfeiçoando seu talento. Talento aliás, inquestionável.

Em alguns momentos fica claro o drama que vive todo escritor iniciante no Brasil, de ter que dividir seu tempo entre a escrita e um trabalho que pague suas contas.

Os pontos negativos a meu ver, são alguns poucos erros ortográficos,  e por vezes uma pressa na escrita.

engenharia_reversa

Se prepare, Engenharia Reversa vai te levar para um Brasil pós revolucionário. Um mundo cheio de “fanáticos religiosos, ciborgues, transumanos, um grupo de foras da lei e um misterioso homem de dreadlocks”.

Espera aí, você se perdeu? Não se preocupe o autor além de não lhe permitir nenhum momento de tédio, teve a gentileza de deixar como presente ao leitor um dicionário deste mundo novo. (O glossário está disponível no primeiro capítulo do livro.

E aí, você quer saber o final?

Pois é, que pena, não posso te contar, a estória ainda está sendo escrita. Mas fica combinado, descobriremos juntos qual será o fim destes personagens tão intrigantes!

E você, já leu Engenharia Reversa ou alguma coisa sobre André Luis? Você costuma ler escritores iniciantes? Nos conte um pouco sobre sua experiência.

E não deixe de dar sua opinião nesta obra, incentive o garoto a continuar nos presenteando com esta estória incrível!

As imagens foram retiradas do próprio livro.

Related posts:

Meu nome é Meirilene Reis. Sou leitora desde os dez anos de idade, quando descobri em ” a marca de uma lágrima” livro de Pedro bandeira, de meu mundo acinzentado uma janela para um mundo colorido, vibrante e cheio de possibilidades. E escritora desde que descobri nas estórias uma forma de expressão, de comunicar o que não conseguia fazer de outra forma. E esta experiência estreita com os livros tem me mostrado que não há limites, para a imaginação nem do leitor nem do escritor, e isto me fascina. A literatura é pra mim um ponto, um eixo, onde em algum momento os mundos das pessoas se encontram, porque ali, tanto na leitura, quanto na escrita, nos despimos de preconceitos, e nos permitimos vivenciar a vida do personagem, que de alguma forma se encontra com a nossa.

Eu adoraria saber sua opinião.