Carolina de Jesus: Uma razão para celebrar o mês da mulher

carolinam

“…. Há existir alguém que lendo o que eu escrevo dirá… isto é mentira! Mas, as misérias são reais.”

Estamos no mês de março. Eu estava atrás de assuntos que me inspirassem a construir o post do mês das mulheres. Entrei nas redes sociais e na internet em geral em busca desta inspiração.

E encontrei mensagens lindas, todas colocando a figura feminina no centro do mundo e da vida.

Contudo, por mais que eu tivesse consciência desta importância que nós mulheres temos, aquelas mensagens lindas me deixaram um pouco desconfortável.

A realidade da mulher principalmente no Brasil está muito distante desta consciência que parece nos ser cristalina.

É comum primeiro rirmos da piada pra depois compreende-la, e pensei que talvez estejamos neste momento, homenageando, exaltando a figura feminina numa compreensão relativa da sua importância na sociedade. E consequentemente a justiça à mulher se faz  também numa urgência e inclusão distante do necessário.

Mas não se pode negar que estamos na estrada.

Depois desta procura por inspiração sem sucesso, tive a felicidade de receber de um amigo a história de uma mulher que caiu como uma luva para as minhas buscas.

É uma história que mostra uma mulher com todas as belezas, capacidades, talentos nobres, características femininas e únicas, mas que teve uma vida de cão. Mas com muita garra conseguiu colocar seu nome na história.

Estou falando de:

Carolina Maria de Jesus – Mulher, negra, semianalfabeta, favelada e acreditem: escritora.

Um pouco da história desta guerreira.

images (2)

Carolina de Jesus é considerada uma das primeiras e mais importantes escritoras negras do Brasil. Nasceu em 1914 em Sacramento, Minas Gerais.

Em 1937, sua mãe morreu, e ela se viu impelida a migrar para a metrópole de São Paulo, onde começava as primeiras favelas.

download (4)

Carolina saía todas as noites para coletar papel, a fim de conseguir dinheiro para sustentar a família.

Quando encontrava revistas e cadernos antigos, guardava-os para escrever em suas folhas. Começou a escrever sobre seu dia-a-dia, sobre como era morar na favela.

Livros de Carolina Maria de Jesus

Apesar do pouco estudo, tendo cursado apenas as séries iniciais do primário, ela reunia em casa mais de 20 cadernos com testemunhos sobre o cotidiano da favela.

Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada

car

Eu denomino que a favela é o quarto de despejo de uma cidade. Nós, os pobres, somos os trastes velhos.

Seu primeiro livro publicado em 1960, fala sobre o cotidiano dos moradores da favela, descreve os fatos políticos e sociais que via. Ela escreve sobre como a pobreza e o desespero podem levar pessoas boas a trair seus princípios simplesmente para assim conseguir comida para si e suas famílias.

A tiragem inicial de dez mil exemplares se esgotou em uma semana, foram trinta mil cópias vendidas nos primeiros três dias.  Foi traduzido para três idiomas e vendido em mais de quarenta países.

banner publicitário 1

Pobre e esquecida, Carolina Maria de Jesus morreu em 1977, de insuficiência respiratória, aos 62 anos.

Outros escritos

Além de quarto de despejo, Carolina também escreveu poemas, histórias curtas, e diários breves, embora estes nunca tenham sido publicados.

  • Diário de Bitita(1982)

  • Meu estranho diário(1996)

  • Antologia pessoal(1996)

  • Onde Estaes Felicidade(2014)

    carolina

 “Eu deixei o leito as 3 da manhã porque quando a gente perde o sono começa pensar nas miserias que nos rodeia. (…) Deixei o leito para escrever. (…) É preciso criar este ambiente de fantasia, para esquecer que estou na favela.”

 E a pergunta que não quer calar.

Porque não encontramos os livros desta escritora tão competente e realista quando vamos à livraria ou à biblioteca? Porque sua obra não é vista em listagens dos melhores nem é usada para contar nossa história, uma vez que é a visão de quem viveu os fatos?

images

Será que tem alguma coisa a ver com a questão dela ter sido mulher, negra, favelada…?

E você , o que acha de tudo isto, ja leu Carolina, ou pelo menos ouviu falar dela? Deixe aqui seu comentário!

 

Related posts:

Meu nome é Meirilene Reis. Sou leitora desde os dez anos de idade, quando descobri em ” a marca de uma lágrima” livro de Pedro bandeira, de meu mundo acinzentado uma janela para um mundo colorido, vibrante e cheio de possibilidades. E escritora desde que descobri nas estórias uma forma de expressão, de comunicar o que não conseguia fazer de outra forma. E esta experiência estreita com os livros tem me mostrado que não há limites, para a imaginação nem do leitor nem do escritor, e isto me fascina. A literatura é pra mim um ponto, um eixo, onde em algum momento os mundos das pessoas se encontram, porque ali, tanto na leitura, quanto na escrita, nos despimos de preconceitos, e nos permitimos vivenciar a vida do personagem, que de alguma forma se encontra com a nossa.

166 thoughts on “Carolina de Jesus: Uma razão para celebrar o mês da mulher

  1. Nao conhecia, mas adorei, batalhadora e super inteligente. Deveria ser bem reconhecida, pois, retrata o papel de muitas mulheres.

    1. Olá Roseli. Carolina de Jesus é mesmo incrível, retrata mesmo muitas mulheres, mas infelizmente não teve espaço pra mostrar sua arte, assim como muitas mulheres de hoje. Mas como eu disse no post, estamos na estrada. Te sugiro ler quarto de despejo, é uma obra incrível.
      Obrigada por participar. Venha quando quiser. Bjos.

  2. Li Quarto de Despejo, a muito tempo. Foi ótimo relembrar e refleti como essa nobre senhora conseguiu mesmo sem nenhum recurso, detalhar com riqueza de detalhes toda uma conjuntura política de sua época e ver como tudo permanece igual ainda hoje. O preconceito contra dona Carolina ainda perdura ao longo dos tempo. Incrível!

    1. Quarto de despejo é mesmo incrível, né? Tão incrível quanto esta mulher que tinha tudo pra ser uma maria ninguém e conseguiu escrever com letras garrafais seu nome na história. Pena que o Brasil não se orgulha disto.
      Fiquei muito feliz com seu comentário, Vania. Volte sempre que quiser. É uma honra ter suas sábias palavras enriquecendo nosso trabalho. Obrigada.

  3. Oi, Meirelene!

    Infelizmente, nunca tinha ouvido falar na Carolina de Jesus, mas me interessei por suas obras. Você sabe onde podemos encontrá-las?

    Beijinhos

    1. Oi Fernanda, infelizmente, principalmente porque você não é exceção. A maioria das pessoas não conhecem os escritos desta mulher incrível.
      Neste link você encontra alguns livros. Uns escritos por ela e outros sobre ela.
      http://amzn.to/2nm2Fal
      Espero que tenha te ajudado. obrigada pela visita. Volte sempre! Bjos

  4. Oi Meirilene

    Até este momento nunca tinha ouvido falar na Carolina de Jesus, mas como escrito a realidade de muitas mulheres no Brasil principalmente as negras e pobres está muito distante de ser cristalina. Obrigado por me apresentar a uma das primeiras escritoras negras do Brasil.

    1. Oi Reinaldo. Muito obrigada pela sua visita ao blog e pela generosidade de deixar seu recado. Em relação a Carolina maria de Jesus, é realmente uma pena que poucos a conhecem. Ela retrata o nosso país que apesar de algumas melhorias ainda continua sem espaço para muitos brasileiros. Fico feliz em ser esta ponte entre voce e ela.

  5. Pingback: prada outlet store
  6. Pingback: ugg on sale
  7. Pingback: keen on sale
  8. Pingback: LK Bennett outlet
  9. Pingback: marmot sale
  10. Pingback: cheap LK Bennett
  11. Pingback: keen shoes outlet
  12. Pingback: keen outlet store
  13. Pingback: ugg outlet online
  14. Pingback: cheap nfl jerseys
  15. Pingback: buy barbour online
  16. Pingback: mammut outlet
  17. Pingback: emu boots store
  18. Pingback: chanel outlet ny
  19. Pingback: cole haan on sale
  20. Pingback: roger vivier sale
  21. Pingback: cheap hunter boots
  22. Pingback: ecco outlet online
  23. Pingback: furla bags outlet
  24. Pingback: coach outlet store
  25. Pingback: cheap cole haan
  26. Pingback: fitflop on sale
  27. Pingback: factory ecco store
  28. Pingback: canada goose sale
  29. Pingback: mammut store
  30. Pingback: cheap Henri Lloyd
  31. Pingback: marmot outlet
  32. Pingback: fjallraven online
  33. Pingback: cheap Sergio Rossi
  34. Pingback: berghaus sale
  35. Pingback: cheap lv outlet
  36. Pingback: arcteryx on sale
  37. Pingback: oakley for cheap
  38. Pingback: mammut sale
  39. Pingback: fjallraven outlet
  40. Pingback: cheap lv bags
  41. Pingback: emu on sale
  42. Pingback: Cheap Ecco shoes
  43. Pingback: ugg outlet boots
  44. Pingback: Callaway Golf sale
  45. Pingback: berghaus online
  46. Pingback: hermes bags online
  47. Pingback: cheap keen shoes
  48. Pingback: ugg outlet store
  49. Pingback: balmain for cheap
  50. Pingback: uk stuart weitzman
  51. Pingback: prada bags sale
  52. Pingback: hunter boots store
  53. Pingback: cheap mbt shoes

Eu adoraria saber sua opinião.